editor

Traição no casamento pode gerar indenização milionária

Decrease Font Size Increase Font Size Text Size Print This Page
Traição no casamento pode gerar indenização milionária

Congresso Nacional deve votar  uma  lei que tenta preservar a instituição da família.

O projeto lei, que vem sendo elaborado por um parlamentar evangélico, trilha no mesmo caminho da  legislação americana, conhecida como “alienação de afeto” (alienation of affection).  A lei vigora mos estados do Hawaii, Illinois, Carolina do Norte, Mississippi, Novo Mexico , Dakota do Sul  e Utah.

Entender a lei é bem simples :  o empresário Carlos Lima se separou de sua  esposa,  Carmilva Smith, como que foi casado durante 15 anos, porque se apaixonou pela sua secretária Jane Torrintello. Os familiares de Lima, o psicoterapeuta, o pastor, lhe aconselharam a se divorciar da esposa.  Nesse caso, Carmilva pode processar Jane e todos os que aconselharam o ex marido  a disolver o matrimônio, e bem como os empregadores de Carlos.

Carmilva precisa provar que tinha um casamento estável antes do marido se apaixonar pela secretária — não precisa ter sexo envolvido na situação, e que Jane, intencionalmente, agiu para destruir o relacionamento em todos os níveis.

Anualmente são protocolados cerca de 2.000 novos processos nos Estados Unidos. As indenizações variam de $ 1 milhão ( R$ 2 milhões) a $ 9 milhões (R$ 18 milhões).

O parlamentar   evangélico disse que a lei deve salvar milhares de casamentos no país, e que Brasília é uma “Ilha da Tentação”.  “Essa legislação terá um grande impacto, a começar dentro do Congresso Nacional”.

 

* Colaborou Freddy de Freitas, Nova Iorque Bureau


Print Friendly

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *